O poder das limitações

O poder das limitações

Oscar Quiroga

28 de maio de 2013 | 18h49

Às 18h49 de terça-feira 28-5-13 a Lua que míngua ingressou em Aquário e está em quadratura com Saturno e sextil com Urano até 14h01 de quarta-feira 29-5-13, horário de Brasília.

Experimente e aceite o poder que as limitações exercem sobre sua liberdade de escolher, sobre sua vontade de progredir, sobre seu legítimo desejo de existir em bem-estar e alegria.

Experimente e aceite o poder das limitações e, a seguir, em vez de fazer o mesmo de sempre, gastar tempo em lamúrias e observações amargas sobre a vida, se organize da melhor forma possível para contornar essas limitações ou mesmo superá-las, demonstrando-lhes que você é maior do que elas.

Como se poderia evoluir sem experimentar limitações? Você imagina que haveria qualquer tipo de perspectiva de melhorar se tudo fosse fácil, se tudo estivesse ao alcance?

As limitações são necessárias.

Porém, antes deste texto ficar parecendo um elogio às dificuldades, que fique claro que há, por um lado, as necessárias limitações que só percebemos em nosso caminho porque nossos olhos enxergam um objetivo a ser conquistado além dessas, porém, por outro lado há também uma série infindável de limitações inúteis e contraproducentes, colocadas na forma de tropeços nos caminhos do mundo por essa turma de pervertidos morais que, por enquanto, tem força suficiente para encher a paciência dos seres humanos de boa vontade.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.