O inútil esforço de sustentar a normalidade que não existe mais

Oscar Quiroga

04 de setembro de 2011 | 14h39

 

Das 14h39 de domingo 4-9-11 até 0h54 de segunda-feira 5-9-11, horário de Brasília, a Lua quarto crescente de Sagitário está em quadratura com Vênus.

Agora, na iminência do início de uma nova semana em que você terá de fazer um esforço tremendo para sustentar uma normalidade que não existe mais, ainda que haja um feriado no meio da semana que supostamente evocaria a leveza, mesmo assim essa brilha pela ausência.

Há uma angústia que se alimenta de dilemas que não se podem resolver com os recursos disponíveis.

Neste momento a mente humana ricocheteia ao sabor desses dilemas, mas precisa continuar demonstrando que domina a situação; a velha pretensão de ter tudo sob controle mais uma vez impera e joga o ônus dessa angústia para a intimidade de cada um de nós, pobres indivíduos.

Essa angústia não se pode resolver individualmente, o espírito do tempo individualista morreu e o fez para sempre; o futuro se resolve comunitariamente, com laços de solidariedade e colaboração mutua.

Enquanto isso não for assim, a angústia provocada por esses dilemas impossíveis de resolver continuará mordendo a alma.

Próximo boletim será publicado às 0h54 de 5/9/11

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: