O inevitável

O inevitável

Oscar Quiroga

06 de junho de 2012 | 13h33

6-6-12 – quarta-feira – Das 13h33 até 23h29, horário de Brasília, a Lua que míngua em Capricórnio está em quadratura com Saturno.

Tentar evitar o inevitável é apenas adiar o que de toda maneira terá de ocorrer.

Nem sempre é sábio adiar o inevitável, pois sendo assim acabará se tornando mais difícil de enfrentar.

Tal qual uma bola de neve, que poderia ser detida com relativa facilidade no início de sua desenfreada carreira, quanto mais se adia a intervenção mais difícil isso será, até se chegar ao ponto de ser impossível e restar apenas se entregar à calamidade.

A mão compassiva do misterioso destino sempre dá algumas pistas para que enfrentemos o que seria melhor não adiar nem evitar, mas seus toques são severos, não têm nenhuma pista de carinho, são sacudidas bastante fortes para que superemos o estado de embotamento em que decidimos nos meter, justamente para nos convencer de que poderíamos adiar o inevitável e não sofrer com isso.

Este é um período propício para superar esse erro e assumir a coragem de enfrentar tudo que de mais difícil estiver em andamento, pois através do método do enfrentamento você terá, no mínimo, uma vitória assegurada, terá conseguido medir a verdadeira força da adversidade e, assim, não sofrerá mais pela supervalorização dela feita pelo medo e também pela culpa de não ter enfrentado as circunstâncias em todos os momentos em que isso poderia ter sido feito.

Próximo boletim será publicado às 23h29 de 6/6/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.