Nobreza sustentável

Nobreza sustentável

Oscar Quiroga

04 de setembro de 2012 | 13h42

Às 13h42 de terça-feira 4-9-12 a Lua que míngua ingressou em Touro e está em sextil com Netuno e trígono com Plutão até 2h38 de quarta-feira 5-9-12, horário de Brasília. No mesmo período, Mercúrio e Plutão estão em trígono.

E então… você fez planos para entrar na linha e viver de acordo com o que for necessário fazer para sustentar o mundo de obrigações e compromissos, tendo compreendido que isso seria o melhor para que o maior número possível de pessoas fosse beneficiado. Nobre pensamento e digna atitude.

Aí chega um momento como o atual em que aumenta a força dos desejos que buscam satisfação pessoal e de um momento para outro a nobre boa vontade de entrar na linha vai para o inferno e lá está você novamente fazendo arte e arrumando encrenca, andando pelo lado selvagem da existência.

Difícil sustentar a nobreza, não por nada o cavalheirismo anda em falta em nosso mundo, esse mesmo que se gaba de moderno e sofisticado.

Tudo parece conspirar contra isso, as tentações são infinitas e, além disso, como resultado das pressões tremendas que a alma tem de suportar continuamente ela se vê no legítimo direito de lançar mão de válvulas de escape para compensar o sofrimento. E geralmente essas compensações são buscadas andando pelo lado selvagem da existência.

Enfim, não vale a crítica severa num momento desses, porém, valerá sempre a advertência sábia de manter a consciência lúcida, de modo que não se corra o risco de perder de vista os verdadeiros tesouros em troca de miúdos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.