Nascemos para realizar

Oscar Quiroga

15 de março de 2012 | 07h25

Às 7h25 de quinta-feira 15-3-12 a Lua quarto minguante ingressou em Capricórnio e está em sextil com Netuno e quadratura com Urano e Mercúrio até 17h53, horário de Brasília.

A inspiração que não for posta em prática se agregará a tantas outras idéias que ficaram no plano abstrato e que, assim somadas, causam congestão mental e emocional.

Não canso de repetir, mais vale frustrar-se por falhar na experiência do que se decepcionar por nunca ter tentado colocar em prática as idéias.

Por isso, aceite que as coisas não saiam do jeito planejado, mas pelo menos as coloque em marcha, aceitando também que tudo seja desorganizado, aparentemente sem eira nem beira.

Porém, aceite também confiar em que o Universo possui uma estrutura perfeita e que tudo que você semear se transformará em colheita.

Tentar, experimentar, provar, testar, todos esses são atos de semeadura. Porém, pensar e nada fazer não semeia nada, a não ser agregar argumento para a congestão mental.

Afinal, para que nascemos? Se fosse para ficar no plano abstrato não haveria razão para ocupar lugar físico entre o céu e a terra. Justamente nascemos no mundo físico porque nos trouxe aqui o anseio de concretizar nossas idéias.

Então, agora que estamos aqui, por que será que perdemos tanto tempo?

Sabia você que nossa espécie é a única de todo o Universo que é capaz de perder tempo? A única que é capaz de morrer sem ter objetivado seu intuito?

É triste perder tanto tempo considerando o enorme esforço que está envolvido em nossos nascimentos e existências, mas é um fato consumado, somos capazes de perder esse precioso tempo.

Porém, somos também capazes de recuperar o tempo perdido e, em certos momentos, como o atual, ainda que de forma desordenada nos tornamos capazes de fazer muito em pouco tempo.

Aproveite e recupere um pouco do tempo perdido!

Próximo boletim será publicado às 17h53 de 15/3/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: