Mudar tudo

Mudar tudo

Oscar Quiroga

02 de outubro de 2013 | 11h14

 

Das 11h14 de quarta-feira 2-10-13 até 15h59 de quinta-feira 3-10-13, horário de Brasília, a Lua que míngua em Virgem está em sextil com Júpiter e Vênus. No mesmo período, Sol e Urano em oposição.

Mudar tudo, já sabes, esta é uma necessidade, e toda necessidade, quando suprida, dá lugar ao misterioso destino.

Mas, que tudo seria esse que precisa ser mudado?

É tudo que houver em ti que sabote tua felicidade, pois é fundamental aceitares que tua vontade de ser feliz não é um desejo apenas, esse se fundamenta no poder inerente do teu ser de fazer o que seja necessário para conquistar a felicidade.

Você quer ser feliz, você quer ser livre, você quer conhecer a verdade, você quer proteger os que você ama. Estas vontades não são ideias abstratas que te fazem sonhar apenas, isso é apenas um detalhe do processo. Estas vontades são os poderes inerentes de tua alma, que conhece a felicidade, que conhece a liberdade, que conhece a verdade, e que conhece a unidade cósmica que protege todos os seres, visíveis e invisíveis.

Por que tu deverias ser menos do que isso? não deverias!

Porém, como tua existência foi construída em torno de equívocos e de meias-verdades que te destroem, porque há em ti algo que comunga com esse processo destrutivo, mudar se tornou necessário para destruir o que te destrói, para que no fim das contas tua existência sirva para ser quem tu verdadeiramente és.

Mudar, então, não é mera coreografia, é a dinâmica mediante a qual tua alma intervém para que tua existência não seja um estacionamento de neuroses e lamúrias.

A alma constrói, porém, quando percebe que o que construiu não condiz com seu verdadeiro destino, ela mesma destrói para que nada limite o processo que conduz à aproximação ao Divino.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: