Momento delicado

Oscar Quiroga

29 de março de 2012 | 15h06

29-3-12 – quinta-feira – Das 15h06 até 20h08, horário de Brasília, a Lua que cresce em Gêmeos está VAZIA. No mesmo período, Sol e Plutão estão em quadratura.

Neste momento sua alma adquire uma licença cósmica para suspender a atividade objetiva e se dedicar ao descanso, terminando assim com broche de ouro a quinta-feira.

Agora só falta combinar com seu chefe a este respeito, o qual, provavelmente, não tem a menor noção do que seja uma licença cósmica e, pelo contrário, cumpre o dever de segurar você dentro de uma engrenagem produtiva que não respeita sequer os ciclos biológicos, quanto menos os ciclos cósmicos.

Porém, há uma realidade mais real e abrangente do que a da civilização produtiva, que é a íntima relação entre a alma individual humana e a alma cósmica, que alterna ciclos de objetivação e subjetividade, da mesma forma com que ao respirar alternamos a interiorização e a expressão manifesta.

Para terminar bem o dia, declare intimamente a si que não é necessário seguir a onda da normalidade, mas que seria melhor respeitar esse cansaço que não tem nome, o qual, se atendido devidamente poderá conduzir você a um tipo de despreocupação que brindará com leveza, alegria e bem-estar.

O que mais você precisaria?

Contudo, por obra da quadratura de Sol e Plutão que acontece dentro deste período, talvez não seja tão fácil colocar em prática esta necessidade íntima de despreocupação, provavelmente os acontecimentos sejam gritantes e perturbadores o suficiente para ameaçar este sagrado exercício da despreocupação.

Próximo boletim será publicado às 20h08 de 29/3/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: