Medo: Um péssimo conselheiro

Oscar Quiroga

27 de março de 2012 | 19h04

Das 19h04 de terça-feira 27-3-12 até 3h04 de quarta-feira 28-3-12, horário de Brasília, a Lua que cresce em Gêmeos está em quincunce com Plutão.

Temor, medo, apreensões e pânico, diversas são as gradações e níveis em que o pesadelo nosso de cada dia pode ser experimentado.

O medo está sempre aí, é fiel companheiro do caminho, mas ao mesmo tempo é péssimo conselheiro.

Você deve senti-lo, nunca renegá-lo nem tampouco recalcá-lo, mas aceitá-lo e senti-lo. Porém, tampouco você deve nunca seguir os conselhos que este companheiro estranho sugere.

Dia a dia, e neste momento em particular, no meio das situações mais banais ou importantes, o medo emerge do fundo da caverna em que normalmente mora e planta idéias na mente. Porém, você não tem obrigação nenhuma de ficar remoendo essas idéias.

É inevitável sentir medo, mas o tamanho desse e o tempo que você gastará ao redor do medo, isso não é inevitável, é absolutamente possível você decidir até que ponto permitirá que o medo crave suas garras na mente.

E assim, você continuará transitando por entre o céu e a terra nessa estranha combinação entre destino e livre arbítrio.

Próximo boletim será publicado às 3h04 de 28/3/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: