Lua VAZIA – Melhor você descansar

Oscar Quiroga

25 de maio de 2011 | 15h16

Das 15h16 de quarta-feira 25-5-11 até 21h37 de quinta-feira 26-5-11, horário de Brasília, a Lua quarto minguante de Peixes está VAZIA.

Se quisermos ser fiéis aos ritmos que nos unem à Vida Maior da qual fazemos parte e na qual experimentamos Ser, este período teria de ser honrado como a oportunidade de descansar e distanciar-se dos assuntos mundanos para aproximar-se do que nos é conhecido como espiritualidade.

A espiritualidade é a íntima ligação de nossa vida pessoal com a Vida Maior e precisa ser honrada todos os dias, o que raramente acontece, dadas as condições de nossa civilização.

Todos os dias nos dedicamos a prestar culto aos templos materialistas, o que é bom, desde que mantida a devida proporção.

Em períodos como o atual deveríamos nos distanciar dos templos materialistas e nos aproximar dos invisíveis, mas não por isso menos reais.

O principal lugar de culto à Vida Maior que nos anima é na câmara secreta do íntimo do coração, reverenciando o Filho do Altíssimo que verdadeiramente somos através de orações alegres, sem nada pedir nem entoar tampouco o clamor lamuriento com que normalmente nos dirigimos ao Espírito.

Reverenciar o coração agradecendo tudo, o que apreciamos e também o que desprezamos, porque atrás de cada prazer há um pouco de dor, assim como também atrás das dores se esgueira o prazer também. Pense, se fosse diferente e na dor só houvesse dor certamente nos livraríamos rapidinho de todo sofrimento, porém, apreciamos nossas dores, até competimos entre nós para ver quem sofre melhor.

O espírito, enquanto isso, permanece além, testemunha silenciosa de nossos excessos e acertos, aguardando com paciência que lhe abramos uma via eficiente de manifestação através de nossas presenças, nos tornando personalidades vibrantes e colossais, já não mais porque egoístas, mas porque permitimos que a Vida Maior se expresse através de nossa presença.

Próximo boletim será publicado às 21h37 de 26/5/11

Tudo o que sabemos sobre:

Lua VaziaQuirogaSincronia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.