Lua VAZIA de 25-7-14

Lua VAZIA de 25-7-14

Oscar Quiroga

25 de julho de 2014 | 10h53

 

Das 10h53 de sexta-feira 25-7-14 até 11h55 de sábado 26-7-14, horário de Brasília, a Lua quase NOVA de Câncer está VAZIA. No mesmo período, Marte ingressa em Escorpião.

Independente de quão boa seja a tua lábia e quão brilhantes sejam tuas argumentações e justificativas, no frigir dos ovos será o exemplo irradiado pelo que Tu praticas aquilo que traduzirá fielmente tuas intenções e motivos.

Por isso, não gastes mais tua juventude com palavrório, faze o que tens verdadeira intenção de fazer porque, afinal, será isso mesmo que servirá para o mundo te conhecer e te julgar. Sim! Para te julgar! Porque a despeito de jurares de pés juntos que não se deve julgar e que isso é errado, Tu julgas, Eu julgo, Nós julgamos, nossa mente julga, por que vamos argumentar e gastar palavrório tentando colocar um véu sobre uma realidade consumada? Nosso exemplo o demonstra, nós julgamos e somos julgados, ponto final.

Por outro lado, que pela magia de a Terra ser redonda acaba voltando ao mesmo lado, a boa notícia para os librianos e librianas é que Marte finalmente abandona o signo onde ficou tempo demais para os padrões ordenados e certinhos dessa região do céu, que não é lá distante, mas íntima.

O ingresso de Marte em Escorpião reforça essa questão do exemplo, independente de achares ser bom ou mal julgar, isso acontece, é um fato consumado. Por isso a necessidade de observar com clareza o tipo de exemplo que tua prática irradia, pois é isso que servirá de base para o julgamento.

E não te preocupes se houver distância entre tuas brilhantes justificativas e tua prática, isso acontece com todo mundo, nossa humanidade não tem verdadeira razão de ser coerente, a não ser quando está muito próxima da iluminação, e isso não é algo que, por enquanto, seja comum, visível a toda hora e em todo lugar. Um dia todos nos iluminaremos, isso é uma realidade, porém, por enquanto estamos longe disso.

Descansa então, não te metas em encrencas imaginando que teus julgamentos são os melhores e maiores e que as críticas que recebas te convertam numa vítima incompreendida.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: