Lua VAZIA

Lua VAZIA

Oscar Quiroga

04 de maio de 2012 | 15h03

4-5-12 – sexta-feira – Das 15h03 até 23h21, horário de Brasília, a Lua quase Cheia de Libra está VAZIA.

Do fundo da sua alma se eleva o clamor que não é particularmente seu, é da humanidade da qual sua presença é feita e experimenta ser.

Do fundo da sua alma se eleva o clamor por uma vida pacífica e justa, condições que até agora foram sempre mais motivo de sonho e esperança do que de prática consumada.

Contudo, o sonho é real e verdadeiro, nossa humanidade clama por uma vida justa e pacífica neste nosso belo, porém, assustado planeta Terra.

Do jeito que o mundo atual foi idealizado e concebido, não seria possível nunca realizar esse sonho. Por isso, é necessário mudar o mundo, pois esse existe para servir nossa humanidade e não o contrário.

Formas subversivas, mas pacíficas, de desintegração deste mundo atual são propícias, como aproveitar os períodos de Lua VAZIA para se dedicar sem pudor nem temor à sagrada arte da despreocupação.

Porém, não ficar apenas no ato subversivo, mas iniciar uma onda positiva de novos atos que substituam aqueles feitos de normalidade.

Nós estamos perante uma oportunidade de dimensões cósmicas, que acontece em plena SINCRONIA com a Lua Cheia mais importante do ano, o Festival de Wesak, que é quando nosso sistema solar se alinha com importantes estrelas de outras constelações e um fluxo maior de Vida e Espírito circulam por aqui.

Prepare seu corpo, emoção e mente para aproveitar com dignidade e elevação tal evento, procure neste período descansar e preencher sua mente com as idéias mais puras e nobres que conseguir imaginar, somando-se ao clamor de nossa humanidade que pode eventualmente, e se fizermos bem a nossa parte, chegar de uma vez por todas aos ouvidos do Altíssimo, que responderia imediatamente ao clamor.

Próximo boletim será publicado às 23h21 de 4/5/12

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.