Lua VAZIA

Lua VAZIA

Oscar Quiroga

31 de agosto de 2013 | 21h08

 

Das 21h08 de sábado 31-8-13 até 21h02 de domingo 1-9-13, horário de Brasília, a Lua que míngua em Câncer está VAZIA. No mesmo período, Sol e Plutão em trígono.

Neste maravilhoso período de descanso, por que a mente não descansa também? Por que insiste em retomar o fio de meada que leva a atualizar conflitos e ressentimentos que não são presentes? São memórias, vibrações inertes de fatos que poderiam ser superados, mesmo que temporariamente.

Que este período seja uma trégua, então!

Na mesma mente em que você decide se atormentar (sim! Porque esse tormento é uma decisão, inconsciente e inadvertida, mas decisão assim mesmo!) você pode decidir pela serenidade, por uma trégua a essa paixão inconsequente de continuar com a mente envolvida em discussões que, no momento, poderiam ser deixadas de lado.

Respire o ar puro num parque, se coloque nesse cenário como uma extensão de sua própria mente, na qual há milhões de questionamentos, dilemas e conflitos. No parque também será assim, haverá milhares de pessoas, e em cada uma delas haverá todos esses questionamentos, dilemas e conflitos. Porém, você não lhes prestará atenção, a não ser apenas a necessária para não esbarrar nelas. Não! você não lhes prestará atenção, você dedicará consciente e intencionalmente sua atenção à brisa, à respiração, à beleza singela de algumas flores, ao colossal poder das árvores, aos pássaros e, uma vez que a serenidade tenha tomado conta de sua mente, irradie esse amor sublime e desinteressado a todas as pessoas desconhecidas que andam pelo parque.

Faça o mesmo com os pensamentos obtusos que pululam em sua mente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: