Longa Lua VAZIA

Longa Lua VAZIA

Oscar Quiroga

05 de setembro de 2012 | 15h56

Das 15h56 de quarta-feira 5-9-12 até 1h11 de sexta-feira 7-9-12, horário de Brasília, a Lua que míngua em Touro está VAZIA. No mesmo período, Vênus ingressa em Leão.

Este longo período de Lua VAZIA coincide com a véspera de feriado de 7 de setembro, o que por um lado é muito conveniente, mas só se você encarar essa perspectiva de descanso sem a ansiedade de se obrigar a pegar estradas para ir a qualquer lugar, ou tiver de organizar um montão de coisas antes de começar seu merecido descanso. Encarando tudo com leveza e despreocupação, preferindo encontrar no que estiver ao seu alcance o descanso merecido, certamente você poupará dinheiro e dores de cabeça.

Por outro lado, se você se deixar levar pela ansiedade, tal qual milhares de pessoas farão nesta véspera de feriado, as chances de você se envolver em problemas aumentarão exponencialmente, justo o contrário do que você esperaria ou desejaria, não é? Pois é! Mas, quem manda entrar em período de descanso com a alma conturbada pela ansiedade?

Um bom descanso não depende de grandes movimentos nem de lugares especiais, um bom descanso depende muito mais de você aquietar a mente e aproveitar o que estiver ao alcance.

Muita gente terá de trabalhar por força das obrigações, mas o que parecerá um castigo enquanto elas contemplarem milhares de outras se desfazendo das obrigações, acabará se mostrando extremamente positivo, pois será uma forma de pouparem muitas dores de cabeça.

Descansar é uma obrigação e também um direito. No caso de não poder fazer valer o descanso como um direito inalienável, faça-o valer como uma obrigação a ser cumprida, independente das circunstâncias. Ou não é assim com todas as outras obrigações?

Agora, se for para aproveitar mesmo este longo período de Lua VAZIA, recomendo cultivar a mente com boas leituras, palestras, assistindo vídeos de pessoas falando da vida, que os há aos montes pela internet afora.

Cultivar a mente durante os períodos de Lua VAZIA é um exercício edificante.

Não apreciando a leitura, pelo menos ouça boa música, daquela que de tão bem estruturada contribui para que seus circuitos neuronais se tornem mais harmoniosos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.