Longa Lua VAZIA

Oscar Quiroga

02 de dezembro de 2011 | 16h07

Das 16h07 de sexta-feira 2-12-11 até 23h52 de sábado 3-12-11, horário de Brasília, a Lua quarto crescente de Peixes está VAZIA.

Longo, muito longo e penoso período de Lua VAZIA que acontece logo após um período de elevada tensão e selvageria de nossa humanidade.

Será necessária infinita boa vontade para não se contaminar com a decadência em curso e, pelo contrário, imprimir elevação e dignidade a todos os acontecimentos e relacionamentos.

Afinal, é isso que significa fazer a diferença, irradiar através da própria presença uma influência que eleve a nota dos acontecimentos e relacionamentos. O resto será sempre pura enganação, fazer cena de que se é diferente, mas na prática ser mais igual que todos os iguais.

Sugiro que você não faça planos, ou se os fizer que não os leve muito a sério, mas que pelo contrário, que você se disponha a perceber se é mesmo propício se lançar às mesmas aventuras de todos os finais de semana ou se a alma não informa você através da intuição que dessa vez seja melhor ficar num cantinho mais seguro.

Na melhor das hipóteses, e dependendo de infinito bom humor, as trapalhadas e acidentes de percurso próprios da Lua VAZIA redundarão em gargalhadas cristalinas, daquelas que promovem elevação do espírito.

Na pior das hipóteses, a inércia da selvageria posta em marcha nos períodos anteriores inundará esta Lua VAZIA e promoverá as mais absurdas situações, sempre adornadas de razões e argumentos, pois os humanos não gostam de se ver na foto como selvagens, mas como seres racionais e com pleno domínio de si.

Neste longo, muito longo período de Lua VAZIA recomendo boas leituras, programas leves e evitar conflitos, inclusive abstendo-se de fazer comentário irônicos, pois nem isso seria bem recebido neste momento.

Próximo boletim será publicado às 23h52 de 3/12/11

Tudo o que sabemos sobre:

Lua Vazia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.