Juventude eterna

Juventude eterna

Oscar Quiroga

11 de outubro de 2014 | 12h51

 

Às 12h51 de sábado 11-10-14 a Lua que míngua ingressou em Gêmeos e está em quadratura com Netuno, sextil com Urano, trígono com Vênus, sextil com Júpiter, trígono com Sol, oposição a Marte e trígono com Mercúrio até 14h58 de segunda-feira 13-10-14, horário de Brasília.

A fonte da juventude eterna consiste em preservares a capacidade de continuar te maravilhando com a vida e de, em algum momento, seres capaz de desbaratar teus dramas com uma risada.

Nada de ironias ou de cinismo, essas atitudes envelhecem, porque se fundamentam sobre a certeza de já teres visto tudo e que nada novo nunca poderia te surpreender.

A fonte da juventude eterna consiste em apreciares teus semelhantes em vez de invejá-los ou te esforçares para pô-los para baixo e sobre o menosprezo ergueres teu brilho, isso envelhece prematuramente.

A fonte da juventude eterna consiste em questionares o moralismo, mas sem confrontá-lo para demonstrar que está errado, apenas ignorando-o com indiferença divina enquanto reconheces a complexidade de tudo e não te deixas carregar pelo vício de imaginares constantemente que os outros estão errados.

A fonte da juventude eterna consiste em permitires diálogo franco e aberto entre teus próprios paradoxos, isso evitará que cobres de outrem o que Tu não conseguirias desenvolver, uma atitude dessas certamente envelhece prematuramente.

Saber-te uma alma sagrada e profana simultaneamente te dará a paz de espírito que nutre a juventude eterna, te ajudará a manter teu corpo saudável e bem disposto, porém, não tentes que a juventude eterna seja física também, teu veículo não pode acompanhar-te nessa empreitada, precisa retornar ao seu lugar original e se gastares tempo e recursos materiais demais tentando preservá-lo sempre jovem, acabarás envelhecendo sem dignidade.

Envelhecer com dignidade é inerente à juventude eterna.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: