Impulso e Contenção

Impulso e Contenção

Oscar Quiroga

16 de maio de 2012 | 13h10

Das 13h10 de quarta-feira 16-5-12 até 18h55 de quinta-feira 17-5-12, horário de Brasília, a Lua que míngua em Áries está em sextil com Vênus e oposição a Saturno. No mesmo período, Marte e Plutão estão em trígono.

Nossa humanidade é sedenta de certezas e, por isso, toda vez que encontra uma brecha circunstancial à qual se agarrar para despejar no mundo e nos semelhantes emoções para lá de intensas, seja de raiva ou apreço, é isso mesmo que fará, pois adora sentir-se no domínio da realidade, uma condição que só pode advir de certezas.

Apesar de isso não poder ser moralmente reprovado, pois é assim que nós somos, há, porém, um tempo certo para cada coisa, e o atual, certamente, não é propício a pisar no acelerador e se deixar levar por impulsos. E não porque isso seja ruim, mas porque muito provavelmente aconteça de que na tentativa de solucionar problemas ou de sentir-se melhor com a atitude impulsiva, você acabe criando problemas ainda maiores daqueles que tentava solucionar.

Por isso, esta combinação atual de incentivo aos impulsos e de resultados limitantes deve, no mínimo, ser tratada com cuidado.

Conter os impulsos é fácil para algumas pessoas, mas para a maioria é um mistério insondável, já que não desenvolveram força mental suficiente para saber se conter ainda que todas as circunstâncias indiquem o contrário.

Sugiro tentar, dessa vez, fazer algo diferente; em vez de responder impulsivamente, se deixando levar pela dinâmica de emoções intensas, que você observe melhor os acontecimentos e avalie se realmente seria importante manifestar tamanha intensidade, ou se por acaso não seria mais sábio enfiar o violino no bolso e levar sua simpatia a outras plateias melhores.

Próximo boletim será publicado às 18h45 de 17/5/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.