Fôlego

Fôlego

Oscar Quiroga

26 de junho de 2012 | 14h16

Às 14h16 de terça-feira 26-6-12 a Lua ingressou em Libra e completa sua fase quarto crescente em trígono com Júpiter e Vênus, e quadratura com Plutão e oposição a Urano até 4h54 de quarta-feira 27-6-12, horário de Brasília.

Um novo fôlego é possível, pois a esperança é a última que morre e a primeira a renascer.

Um novo fôlego está sempre disponível a quem desejar continuar em frente e, coincidentemente ao fato de você estar aqui lendo estas linhas, não haveria momento mais auspicioso para aproveitá-lo do que agora.

No que depender do mundo, o fôlego já acabou, estamos no último suspiro de uma civilização que não é mais, mas o fôlego não acabou por castigo e sim por soberba, por ter o mundo se convencido de que poderia existir sem venerar a verdadeira fonte de tudo que existe, tendo se iludido com que existiria pelo seu próprio poder e força, só que esses foram sempre emprestados.

Por isso, apesar de todas as frustrações que nos atormentaram e ainda atormentam, no fim todos teremos de aceitar que não poderia ter acontecido nada melhor, pois como resultado fomos buscar o novo fôlego em sua verdadeira fonte, o mistério subjetivo do Universo, o princípio divino imanente em todas as coisas e todos os seres.

O cansaço fez você chegar até essa situação, pois se em bom estado você estivesse continuaria se iludindo com que seria possível dispensar a vida de nossas vidas, a glória de nossas almas.

Cansaço bom esse que nos atualiza a consciência da fonte original de todo fôlego que precisamos para animar nossas existências.

Próximo boletim será publicado às 4h54 de 27/6/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: