Faze a tua parte, para ser inteira

Faze a tua parte, para ser inteira

Oscar Quiroga

12 de maio de 2014 | 22h07

 

Às 22h07 de segunda-feira 12-5-14 a Lua ingressou em Escorpião para atingir a fase CHEIA em trígono com Netuno e Júpiter, e conjunção com Saturno até 16h16 de quarta-feira 14-5-14, horário de Brasília. No mesmo período, Vênus e Plutão em quadratura.

Se aceitarmos conversar com mente aberta, tenho certeza, no fim concordaremos, pois, afinal, falaríamos do mesmo.

Também tenho certeza de que discordaríamos sobre a forma de chegar ao fim, e nos envolveríamos em argumentos. Cada mente com sua teoria, produzindo seu conhecimento.

Cada mente formula sua teoria, mas também há o conhecimento abrangente e sintético, que dá sustentação às teorias individuais.

Algo Maior. É o nosso pressentimento.

O Algo Maior é o princípio. Partamos do princípio. Nós somos a parte que quer conhecer o Todo.

O princípio é a Vida, misteriosa substância que está na origem de todos os mundos, infinitesimais e infinitos. E ainda assim a Vida é Maior.

Encontra a Vida na origem de nossa concordância, é dela que conversamos. Encontra também a Vida na origem de nossas discordâncias, sobre ela fundamentamos nossas teorias particulares. E como a Vida é sempre Maior, ela também é destino que vincula concordâncias e discordâncias.

A Vida sempre é antes, durante e depois de tudo, e além disso é inquieta, circula no infinito e infinitesimal Universo produzindo a diversidade dos mundos e, ao mesmo tempo, permanecendo além, porque é Maior.

O Universo visível e invisível é um colossal oceano de Vida que circula através de todas as entidades e mundos, está em todos, para através de todos circular. É o coração dos mundos.

É o coração da galáxia, antecipando sua manifestação. É o coração do sistema solar, é o coração do planeta, é nosso coração. A misteriosa substância que promove nossa manifestação.

A Vida é o coração dos mundos. O coração é o fio sutil que alinhava e conecta o infinito, o infinitesimal e o além.

Por isso, quando quiseres entender Astrologia, não perguntes como os astros te influenciam, Tu não és o efeito de uma causa distante, o coração te confere a dignidade de Ser o Universo, de a Vida ser plena através de ti.

Se queres entender o que teu signo tem a te dizer, busca saber o que sejas capaz de manifestar, teu talento, e se já vais logo dizendo que nem isso sabes, que buscas conhecer teu talento para depois abraçá-lo, tenho a te dizer que continuarás aí até decidires ser em vez de ter.

Nós, humanos, somos, ao mesmo tempo, parte de e todo o Universo, e enquanto humanos é propício desempenharmos a parte que nos toca, para sermos o todo.

Talento não é algo que esteja fora de ti esperando que o encontres. Talento não se encontra, talento se pratica. Tu encontras, inevitavelmente, teu talento através da prática. Faze o que fazes todos os dias, mas envolve teu coração, para que tua parte seja inteira. Pratica, trabalha, estuda, pratica mais, pratica até tua alma dominar cada tarefa desempenhada cotidianamente. O mundo cotidiano existe para praticares teu talento.

Nada te separa da prática do teu talento, como poderia tua alma estar fora do Universo?

O talento é permitir que a Vida circule através de tua presença, pois, assim, Tu deixas de ser uma poeira ao sabor dos ventos cósmicos e participas da coreografia estelar.

Os astros não te influenciam, tua alma é íntima dos astros, o coração garante a conexão.

Os astros não te influenciam, Tu podes, se o praticas, irradiar a influência da Vida Maior através de teu coração.

Essa é a parte que nos toca desempenhar para sermos inteiros.

Então, não busques mais saber o que vai te acontecer, busca saber que tipo de acontecimento és Tu.

A Astrologia pode te dizer o que vai te acontecer, mas que valor teria essa informação para ti? Só validaria o fato de Tu existires em dependência dos fatos, evitando tomar as rédeas do teu destino e escrever teu Livro da Vida.

Te pensa como um acontecimento, o coração vinculado ao infinito e ao infinitesimal, assim descobrirás em teus signos as pistas para reconhecer que tipo de manifestação tua alma é no Universo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: