Excesso de promessas

Oscar Quiroga

06 de janeiro de 2012 | 15h50

Das 15h50 de sexta-feira 6-1-12 até 2h44 de sábado 7-1-12, horário de verão de Brasília, a Lua que cresce em Touro está em trígono com Vênus e quadratura com Marte.

Sugestões? Aos montes! Porém, na prática a teoria continuará, por enquanto, sendo outra diferente. Muitas promessas e poucas coisas concretas, assim andam as coisas.

Nossa humanidade se acostumou a dar o dito pelo feito, adora ser seduzida por promessas belas e gloriosas, mas não se toma o trabalho de fazer passar essas promessas pelo estreito crivo da realidade concreta.

Assim passam as horas, os dias, as semanas, os meses e os anos e nada, ou muito pouco, do que se promete acaba sendo realizado. Porém, nossa humanidade dá de ombros, se convence de a realidade ser assim.

Qual nada! A realidade só é assim para quem pretende fazer o mesmo, viver de fazer promessas e realizar infinitamente menos do que promete.

A coisa anda no ritmo da sedução, que é mentirosa em suas entranhas, sempre dá a esperança de ser mais do que acaba sendo na realidade.

Agora é mais um período de promessas sedutoras que encantam e infundem esperança, depois virá outro de tantos ciclos de decepções e frustrações.

Podia ser diferente, mas para sê-lo, você terá de enxergar sempre além das palavras e promessas sedutoras, indicando todos os passos concretos que teriam de ser dados para tirar as promessas da teoria e transformá-las em prática.

Próximo boletim será publicado às 2h44 de 7/1/12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.