Espírito e Matéria são companheiros inseparáveis

Oscar Quiroga

09 de novembro de 2011 | 17h08

Das 17h08 de quarta-feira 9-11-11 até 18h16 de quinta-feira 10-11-11, horário de verão de Brasília, a Lua continua crescendo até atingir a fase Cheia em Touro.

Engana-se quem afirma que o Espírito e a Matéria andam em margens opostas e que por isso o progresso material contraria o material e vice-versa.

É indissolúvel o casamento de Espírito e Matéria. O Espírito reside puro e incorpóreo em toda a natureza e resplandece como milhões de sóis, alvo como a neve. A Matéria é diversificada infinitamente e também reluz, como milhões de luas cheias.

Por isso o tempo da Lua Cheia é Sagrado, porque é quando nossa humanidade experimenta este casamento indissolúvel, não havendo nem um instante em que a Luz infinita do Altíssimo deixa de ser irradiada. Neste dia, todas as horas de luz solar direta se concatenam com todas as horas de luz solar refletida pela Lua.

O momento é sagrado, porque não é meramente um fato astronômico e astrológico, é também o momento em que a Organização Esotérica que serve ao desígnio do Altíssimo se reúne para deliberar e irradiar suas bênçãos a todos os mundos, ao humano inclusive.

Os humanos que preservam a atenção a este fato e se unem a ele através de orações, se encontram mais aptos para aproveitar essas bênçãos.

Já os humanos preocupados constantemente em satisfazer apetites viscerais são sempre perturbados neste momento, porque não desenvolveram capacidade de aproveitar a irradiação das bênçãos e são, pelo contrário, profundamente perturbados por essas.

Próximo boletim será publicado às 18h16 de 10/11/11

Tudo o que sabemos sobre:

Lua CHEIALua em Touro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: