Encantos e Encantamentos

Oscar Quiroga

13 de agosto de 2011 | 15h58

 

Das 15h58 de sábado 13-8-11 até 9h26 de domingo 14-8-11, horário de Brasília, a Lua Cheia de Aquário está em oposição a Mercúrio e conjunção com Netuno.

 

O encantamento é disponível, para efetuá-lo ou para cair em seu feitiço, ou ambas as coisas ao mesmo tempo, já que é proverbial acontecer de o feitiço virar contra o feiticeiro.

É necessário pouco esforço para encantar-se, o tempo atual é tão estressante que a alma humana busca refúgio no prazer e na beleza, sempre portos seguros onde encontrará alívio para suas dores e temores.

Mas a alma humana não se conforma com a mera experimentação passiva das virtudes, ela pretende ser a diretora da orquestra, ter o poder de conjurar forçar para que a beleza caia nas redes do encantamento que produzir, levando o prazer da contemplação a outro patamar, o do poder de dominar essa beleza e torná-la sua serva.

A beleza, eterna, doce e compassiva, se dobra ao desejo humano, mas o que haveria de nobre em escravizar o que se oferece cheio de graça? Por que tornar a beleza menor do que ela deveria ser? Beleza é uma virtude que se torna maior quando compartilhada por todos.

Por isso mesmo todo feitiço acaba se virando contra o feiticeiro, porque o encantamento inicial é maculado com a torpeza do egoísmo, que não suporta compartilhar o que nem sequer é seu; a beleza é de todos, existia antes de nossos nascimentos e é absolutamente independente de nossas presenças.

O tempo de contemplação e encantamento com a beleza, por isso, também é o momento em que as pessoas fazem manobras torpes, como o ciúme, para evitar que a beleza seja livre e possa ser contemplada por todos.

 

Próximo boletim será publicado às 9h26 de 14/8/11

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: