Desejos

Desejos

Oscar Quiroga

25 de agosto de 2013 | 10h14

 

Às 10h14 de domingo 25-8-13 a Lua que míngua ingressou em Touro e está em trígono com Mercúrio, sextil com Netuno, oposição a Saturno e trígono com Plutão até 3h30 de segunda-feira 26-8-13, horário de Brasília. No mesmo período, Mercúrio e Netuno em oposição.

Os muros do labirinto em que a alma é oprimida são feitos de desejos, uma construção colossal digna de admiração, e toda alma se admira com sua própria obra, o que em inúmeros momentos faz com que se esqueça da opressão causada por ter de continuamente reiterar os desejos e suas inerentes satisfações e frustrações, pois de outro modo os muros desabariam e nesse estágio, a alma não saberia o que fazer com tamanha liberdade de uma vida sem muros nem limitações.

Um dia foi assim, a alma estava em comunhão com o Ser, vendo através dos olhos de toda a criação, dos animais, dos vegetais, dos minerais, dos elementais, dos deuses e de existências ainda inimagináveis.

Rompida a comunhão, usurpamos um pouco desse infinito para nosso regozijo pessoal e, olhando para o lado oposto, dando as costas à fonte da qual usurpamos o nosso querido pouco, aí empreendemos nosso particular trabalho de criação, e fizemos e fazemos o diabo, literalmente.

Um dia, cansados de tanta opressão, empreendemos o caminho de volta e somos muito bem recebidos. Esse processo, porém, não é automático, precisa ser decidido e sustentado até o momento da comunhão, não mais a original, que era inconsciente, mas uma conquistada por próprio empenho e que, por isso, se consolida conscientemente na eternidade.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.