Desapego

Desapego

Oscar Quiroga

05 de agosto de 2012 | 18h00

Às 18h de domingo 5-8-12 a Lua que míngua ingressou em Áries e está em trígono com Mercúrio, quadratura com Plutão, conjunção com Urano e sextil com Júpiter até 15h29 de segunda-feira 6-8-12, horário de Brasília.

Os ciclos de dificuldades e facilidades se alternam continuamente, isso é normal, porém, a anormalidade do tempo atual consiste em que essa alternância acontece num ritmo brutal, cada período dura pouco e, ao mesmo tempo, é muito intenso.

Por isso a desorientação, porque nossa humanidade adora uma estabilidade, a cada momento faz mentalmente planos para se enraizar e habituar ao que está acontecendo, e isso, incrivelmente, independente de a situação ser positiva ou negativa. Porém, se os ciclos se alternam de forma acelerada o exercício não é possível, e os planos de estabilidade se veem perturbados com reviravoltas.

O mais sábio a fazer é acompanhar essa alternância da melhor forma possível, o que evoca aquela virtude que todos sabemos ser imprescindível, mas que ao mesmo tempo é muito difícil assentar na consciência, o desapego.

Só com desapego é possível viver cada momento e passar para o outro com naturalidade, sem se desorientar nem perturbar ao ver os planos e intenções irem por água abaixo, dadas as circunstâncias.

Só o desapego pode verdadeiramente ajudar nesta parte do caminho, o que faz pensar que haja nestas condições da atualidade um chamado provindo do mundo superior, para nossa humanidade se preparar para os grandes voos que imagina desde sempre, mas que pouco pratica.