Competitividade e preconceito

Competitividade e preconceito

Oscar Quiroga

31 de julho de 2013 | 12h43

 

Às 12h43 de quarta-feira 31-7-13 a Lua que míngua ingressou em Gêmeos e está em quadratura com Netuno e Vênus, e sextil com Urano até 13h50 de quinta-feira 1-8-13, horário de Brasília. No mesmo período, Marte e Urano em quadratura.

Entranhada na boa idéia transmitida pela educação de que todos devemos nos tornar competitivos em algum aspecto do sistema produtivo mundial, você vai encontrar a causa de todos seus preconceitos e prejuízos, e não adianta nada negar peremptoriamente a realidade, em algum momento inadvertido, você vai emitir algum pensamento preconceituoso.

E todo pensamento preconceituoso se entranha na ideologia da competição, onde legitimamente uns devem ser maiores do que outros, uns devem valer mais do que outros, tendo o refrão darwinista para consolidar a idéia. A teoria de Darwin, porém, apesar de fazer muito sentido e ser extremamente inteligente, não passa de uma hipótese nunca comprovada. Se fosse metafísica, não me preocuparia com as provas, mas como essa teoria é arvorada pela Academia Positivista, não ter provas a faz ser mero suporte de uma ideologia que está morrendo há centenas de anos, milhares talvez, mas que ainda está arraigada nos relacionamentos sociais.

Competir com seus semelhantes não significa apenas você se tornar uma pessoa competitiva, mas também preconceituosa e supersticiosa.

Preconceituosa porque sempre imaginará que seus semelhantes não são tão semelhantes assim, pois você terá de enxergar muitos como inferiores para sentir que conquistou competitividade.

Supersticiosa porque sua mente imaginará que a presença e proximidade dos inferiores contaminará seu caminho.

Assim é que por trás de algo aparentemente inocente e de grande valor para a construção da civilização se esgueira o vírus que promove a miséria, uma que apesar de você fazer todo o legítimo esforço de estar acima, essa acabará batendo na sua porta cedo ou tarde.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.