Coincidências

Coincidências

Oscar Quiroga

06 de abril de 2013 | 10h01

Às 10h01 de sábado 6-4-13 a Lua que míngua ingressou em Peixes e está em conjunção com Netuno e trígono com Saturno até 3h21 de domingo 7-4-13, horário de Brasília. No mesmo período, Vênus e Marte estão em conjunção.

As coincidências são tratadas como eventos de quinta categoria, até o nome é rejeitado quando se tenta dizer que as coisas não acontecem ao acaso.

Contudo, o nome coincidência é perfeito, é a revelação de o quanto situações aparentemente sem relação entre si acabam convergindo e disso resultar essa maravilhosa sensação de nada ser ao acaso.

Outra forma de dizer coincidência é SINCRONIA, por isso o nome desta coluna.

Bem, tudo isso para dizer que este período pode ser provedor desses misteriosos eventos que chamamos de coincidências e que produzem emoção tão peculiar.

Porém, não seria possível as coincidências irem atrás de você, que fica em casa atrás do computador, se escondendo da vida. Você precisa se expor e sair por aí, sem rumo fixo, com o único objetivo de entrar em contato com a Vida, pois é assim que você cria as condições para as coincidências acontecerem.

Muito mais ainda se o seu caso for de busca de relacionamento, de uma companhia para seus momentos de delícia, mas também para os de desgosto, porque relacionamento que se preze, só pode trazer as duas experiências, e se for um ótimo relacionamento, trará as duas simultaneamente.

Também acontece de que se você anda com vontade de fazer alguns pedidos que suponha ser de difícil aceitação, poderia aproveitar este período, pois coincidir não precisa ser um acontecimento misterioso, você também pode provocar a SINCRONIA. Porém, de novo, isso não seria possível se escondendo, é necessário se expor, e fazer pedidos é uma forma de se expor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: