Carência de percepção divina

Carência de percepção divina

Oscar Quiroga

16 Fevereiro 2013 | 05h21

16-2-13 – sábado – Das 5h21 até 16h21, horário de verão de Brasília, a Lua que cresce em Touro está em sextil com Marte, oposição a Saturno e sextil com Mercúrio. No mesmo período, Marte e Saturno em trígono.

A carência de percepção divina se manifesta nos relacionamentos sociais através do jogo de dominação e submissão que os humanos desempenham como uma brincadeira que, no fim, sempre acaba brincando mais com eles e elas do que o contrário, que era a intenção original.

Carentes de percepção divina, nós loteamos a realidade a dividindo infinitesimalmente para tomar posse dela, dominá-la. Porém, como a realidade é maior, infalivelmente nós, os dominadores, nos transformamos nos dominados, até o dia em que dermos um passo mais sábio e nos rendamos à evidência de que navegar bem o rio da vida é sermos o rio.

Carentes de percepção divina, não conseguimos ser maiores do que nós mesmos.

Há um tempo para tudo, um para fatiar a realidade infinitesimalmente, e outro tempo para sermos o infinito.

Sábias as almas que navegam livres por todos os tempos.