Apesar de tudo

Apesar de tudo

Oscar Quiroga

24 de julho de 2013 | 23h44

 

Das 23h44 de quarta-feira 24-7-13 até 15h44 de quinta-feira 25-7-13, horário de Brasília, a Lua que míngua em Peixes está em trígono com Júpiter, Marte e Mercúrio.

E apesar de todos os pensamentos sinistros, magoados e ferinos, depressivos e frenéticos, apesar de todos os estados de ânimo que contrariam o fluxo infinito de Vida do qual nossa humanidade participa, apesar de todos os esforços para fazer valer mais os argumentos racionais do desânimo a natureza continua seu trabalho, os planetas não saem de suas órbitas, o Sol brilha e oferece sustento, novas crianças são concebidas e dadas à luz, momentos de sublime felicidade são experimentados de forma fugaz, porém marcante, como resultado de uma palavra gentil, de um olhar carinhoso, de uma bondade arraigada nesse mundo que o desânimo opta por desenhar vazio.

O renascimento acontece o tempo inteiro, não importa quanto tempo você ficou dentro da caverna do seu mau humor, um dia qualquer, numa hora inadvertida você comprovará que o sorriso volta ao seu rosto, que de dentro surge o ardor indiscutível de desejar continuar pela estrada misteriosa da Vida.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.