Alívio

Alívio

Oscar Quiroga

22 de agosto de 2012 | 04h55

Às 4h55 de quarta-feira 22-8-12 a Lua que cresce ingressou em Escorpião e está em trígono com Netuno e sextil com Plutão até 17h, horário de Brasília. No mesmo período, o Sol ingressa em Virgem, às 14h07, horário de Brasília.

Quando a tensão parecia que ia estourar, lá vem o alívio e nada do que foi profetizado se realiza.

Assim são as coisas, nossa humanidade profetiza o tempo inteiro, mas nem sempre acerta, e não há nisso nada de criticável nem tampouco significa que ela viaje na maionese o tempo inteiro.

Acontece que a trama que leva as coisas à conclusão é infinitamente mais complexa do que a gente imagina, e isso a despeito de nossa imaginação ser para lá de fértil.

Porém, o Universo é ainda mais complexo que nossa imaginação, pois fica produzindo fatores que podem mudar tudo no último instante.

Este é um daqueles momentos que subverte a lógica, interrompendo a sequência do que parecia inevitável e colocando tudo em outro patamar completamente diferente, mediante o qual nossa humanidade, na melhor das hipóteses, pode se maravilhar e, por maravilhada, colocar em ação sua própria criatividade, provocando maravilhas também.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: