A razão

A razão

Oscar Quiroga

10 de dezembro de 2013 | 11h07

 

Às 11h07 de terça-feira 10-12-13 a Lua quarto crescente ingressou em Áries e está em oposição a Marte, conjunção com Urano e trígono com Mercúrio até 4h19 de quarta-feira 11-12-13, horário de verão de Brasília. No mesmo período, Mercúrio e Urano em trígono.

Todo mundo quer ter razão quando discute, mas ao mesmo tempo afirma com veemência que não discute para ter razão, e daí para frente é um labirinto interminável e insondável de argumentações.

Ora! Se tivesses razão não discutirias, porque conhecerias a verdade e ela te libertaria. Porém, como amarrada tua alma fica a uma discussão para demonstrar que possui a razão, isso deixa claro que não és livre, e se não és livre não conheces a verdade e, portanto, tampouco tens razão.

É tudo discussão apenas, ninguém tem razão enquanto discute, esse exercício é uma transferência da mente argumentando consigo mesma. Observa agora mesmo o interior dela e encontra essas argumentações infindáveis se desenvolvendo em variadas dimensões e sobre diferentes temas.

Uma mesma situação tem diversas explicações e versões, aí, de imediato, sobrevêm a certeza da absoluta relatividade, que tudo depende do ponto de vista.

Pois, então, se essa é a verdade, por que é tão difícil aceitá-la? Isso não eliminaria de uma tacada só todas as discussões?

Nossa humanidade não discute porque quer ter razão, discute porque aprecia o conflito.

E vai tentar dormir com um barulho desses na alma!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.