A incansável vanguarda do atraso

A incansável vanguarda do atraso

Oscar Quiroga

06 de novembro de 2012 | 03h44

Das 3h44 de terça-feira 6-11-12 até 13h28 de quarta-feira 7-11-12, horário de verão de Brasília, a Lua de Leão atinge a fase quarto minguante em sextil com Vênus e Júpiter, e trígono com Marte. No mesmo período, Mercúrio inicia retrogradação.

A vanguarda do atraso é incansável, há de se reconhecer mérito nisso, pois ao passo dela o talento, por ter de ser comprovado diariamente, se cansa e desiste.

O barulho dos ignorantes é estrepitoso, não sendo essa ignorância caracterizada por sinais de raça, sexo ou condições sociais, mas estabelecida pelo estacionar em conceitos equivocados e prejuízos solidificados.

O mundo parece retroceder, sim! Porém, parece apenas, tal qual a praia fica vazia e a maré extremamente baixa antes de o tsunami surgir.

Será que o fim do mundo vem por aí? Se vier, satisfará o anseio secreto de grande parte da humanidade cansada de testemunhar “tudo isso que está aí”. Porém, que injustiça seria o fim do mundo, com os milhares de pessoas que trabalham incessantemente por melhorar as coisas para as futuras gerações!

Se a vanguarda do atraso é mais barulhenta e marca presença de forma muito mais firme, isso é assim porque para essa turma a aparência sempre será muito mais importante, pois se escarafunchar muito na vida interior, lá encontrará vazio apenas.

Nada temam, que nada crie sentimentos de rancor ou desejos de vingança, aceitem a maldade do mundo, pois é pela aceitação e compreensão que será destruída, já que se alimenta do ódio contra ela, que parece legítimo, mas a nutre.

Se tudo parece conspirar para que seus ótimos planos e boas intenções sejam destruídos, então respire fundo, recolha sua mente ao coração, aguarde por uma nova oportunidade de seguir em frente, e não desista, mas persista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.