A desobediência

A desobediência

Oscar Quiroga

20 de agosto de 2012 | 01h46

À 1h46 de segunda-feira 20-8-12 a Lua que cresce ingressou em Libra e está em quadratura com Plutão e oposição a Urano até 15h25, horário de Brasília.

Neste período você comprovará, dentro do alcance que sua influência pessoal determinar, que as regras do mundo não protegem mais você e que, pelo contrário, fustigam, ameaçam e extorquem você.

Apesar de ser necessário haver um mundo com regras que definam o campo público onde nossa humanidade convive, quando passa tempo demais sem essas regras se atualizarem, elas não apenas começam a provocar o efeito contrário, mas também merecem, por isso, ser desobedecidas.

Afinal não é nossa humanidade que deve servir ao mundo, mas o contrário.

O princípio de redefinição das regras, para que essas se ajustem às reais necessidades dos humanos, é iniciado através da desobediência.

O princípio da desobediência é protegido constitucionalmente, pois ninguém deve servir a regras que atentem contra a dignidade.

Obedecer cegamente e empurrar os questionamentos para um futuro incerto é a melhor forma de alimentar a veia autoritária que se embrenha constantemente nos governos do mundo.

Se o povo não se queixa e desobedece, a cada dia novos abusos serão cometidos contra ele.

Tendências: