A aranha fiel

A aranha fiel

Oscar Quiroga

09 de março de 2014 | 10h33

 

Às 10h33 de domingo 9-3-14 a Lua QUARTO CRESCENTE ingressou em Câncer e está em trígono com Netuno, conjunção com Júpiter, quadratura com Urano e oposição a Plutão até 13h16 de segunda-feira 10-3-14, horário de Brasília.

O destino é a aranha que tece a teia juntando cada fragmento de ti, cada ato, cada respiração, cada pensamento que percebes e os que não percebes também, essa aranha é tão fiel a ti que nada deixa de tecer e conectar, Tu podes confiar nela. Mesmo que tua alma esteja alheia a si mesma, mesmo que alienada de tudo e de todos, a aranha do teu destino continuará tecendo e tecendo.

A criança que foste, o adulto em que te tornaste, o ancião e anciã em que te tornarás, o pó e olvido a que tua presença se dirige, todo o antes, todo o durante, todo o depois, está tudo registrado nessa teia.

Tudo estava conectado de muito antes de alguém decidir utilizar tecnologia para reinventar essas conexões.

Sim! Porque além de as aranhas individuais há uma aranha colossal que tece e conecta todas as teias.

Quando um fio se mexe, todos registram o movimento.

Tu sentes o que sentes não porque o sentimento comece em ti, teus sentimentos são o que são porque fazem parte dessa teia colossal.

Quando tentas personalizar tudo o que sentes, isso te esmaga, porque é maior do que tua presença. Tenta sentir sem de nada te apropriar, apenas participando dessa teia cósmica, que tudo conecta.

Nada precisas entender, sentir é uma espécie de entendimento por si só, não do tipo que contempla e analisa, mas o entendimento da entrega.

Sente apenas porque sentir é inevitável.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.