A lição de Chopin
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A lição de Chopin

Sheila Leirner

01 Março 2017 | 08h38

“Bach é um astrônomo que descobre a mais maravilhosa das estrelas, Beethoven mede-se com o universo. Eu procuro apenas exprimir a alma e o coração do Homem.” Frédéric Chopin, um do maiores compositores do século 19, veio à luz no dia 1° de março de 1810 (talvez no dia 22 de fevereiro), há exatamente 207 anos, em ?elazowa Wola, perto de Varsóvia.
Chopin_Delacroix

Frédéric Chopin por Eugène Delacroix

Criança prodígio, Chopin não demorou a criar as suas próprias obras e apresentá-las em público. Amigo do pintor Eugène Delacroix e amante da escritora George Sand (de 1837 a 1847), é considerado como um virtuose romântico. A tal ponto que Franz Liszt, um ano mais jovem do que ele, afirmou: “Chopin é, por excelência, o pianista do sentimento: ele sonha, chora, canta com doçura, suavidade e melancolia”. O pianista polonês-francês morreu, tuberculoso, aos 39 anos.

A simplicidade é o triunfo absoluto

Até a próxima, que agora é hoje e irei ao cemitério Père Lachaise colocar uma flor sobre o túmulo deste meu vizinho de bairro, para quem “a simplicidade é o triunfo absoluto”. “Depois de ter tocado uma enorme quantidade de notas, sempre mais notas”, dizia ele, “foi a simplicidade que emergiu como recompensa, vindo coroar a arte.” Bonito!

 

 

Frederic_Chopin_photo

Chopin, daguerreótipo de Louis-Auguste Bisson (1847 ou 1849). Cópia da única fotografia conhecida do músico, sendo que o original foi perdido. (Biblioteca polonesa de Paris)

 

Perelachaise-Chopin-p1000352

Túmulo de Chopin no cemitério Père Lachaise, em Paris.

 

Ouça e baixe música clássica livre de direitos: Frédéric Chopin, Franz Schubert, Ludwig van Beethoven, Wolfgang Amadeus Mozart, Alexander Borodin, Felix Mendelssohn e muitos outros.