E se a sua série favorita tivesse um nome diferente?

Estadão

11 de março de 2012 | 14h02

séries

Foto: Reprodução

O site de entretenimento The Hollywood Reporter divulgou neste fim de semana uma lista de séries que chegaram a ter outros nomes antes de realmente serem lançadas. Você sabia que Friends deveria se chamar Six of One? E que Lost por exemplo poderia ter se chamado Nowhere? E será que Grey’s Anatomy faria tanto sucesso se tivesse o nome Surgeons?

Ao lançar o piloto de um show, o título passa a ser a maior preocupação dos produtores. Afinal de contas, um nome mal escolhido pode colocar a perder todo um projeto. É como se o nome fosse a primeira impressão que você tem do programa. Muitos expectadores (como eu) já descartaram séries simplesmente porque o nome não os atraiu. Um grande exemplo, no meu caso, foi a série The Good Wife, com a Julianna Margulies. O nome não me atraiu…achei que seria um daqueles shows chatos…mas ao assistir um dia na TV percebi que o nome não fazia jus ao ótimo programa. Alicia Florrick é muito mais do que apenas uma boa esposa.

Das séries dos anos 1990, temos por exemplo Buffy, The Vampire Slayer (a Caça-Vampiros). Antes, o show chamaria-se simplesmente Slayer. A série cult Seinfeld teve o primeiro nome de The Seinfeld Chronicles. O drama médico Chicago Hope seria Chicago Sinai. Já Spin City poderia ter sido apenas Spin. E os produtores do That 70’s Show não conseguiram os direitos para utilizar o refrão da música Baba O’Riley, “Teenage Wasteland”, do The Who. Ficou então That 70’s Show.

Já entre as atuais, A Gifted Man poderia ter se chamado de The Rememberer. O interessante é que outras séries como Last Man Standing e Unforgettable haviam escolhido o mesmo nome antes de mudarem.

Nomes vagos também provaram que nem sempre ajudam uma série a se destacar. Traffic Light, Better Off Ted (considerado ‘bonitinho’ demais) e The Whole Truth (muito genérico) não foram para frente. Para sermos justos, House e Castle foram os únicos shows que conseguiram sucesso mesmo com nomes considerados vagos.

Há ainda casos de nomes engraçadinhos, como o da série $#*! My Dad Says. Bom, não houve realmente uma troca de nomes, mas as associações conservadoras dos EUA reclamaram do título inapropriado. Fala sério…por causa de Shit? Bom, mas não brigaram por muito tempo, já que a série com o ótimo William Shatner durou apenas uma temporada.

Seguem abaixo mais exemplos curiosos:

Série: Everybody Loves Raymond
Títulos considerados: That Raymond Guy, What’s with Raymond?

Série: Friends
Títulos considerados: Six of One, Across the Hall

Série: American Idol
Títulos considerados: Pop Idol

Série: The Good Wife
Títulos considerados: The Whole Truth, In the Spotlight, Leave the Bastard

Série: That 70’s Show
Títulos considerados: Teenage Wasteland; The Kids Are Alright; Feelin’ All Right

 

Fonte: The Hollywood Reporter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: