Série da Amazon, ‘Hanna’ mostra adolescente criada para lutar e não temer desafios

Série da Amazon, ‘Hanna’ mostra adolescente criada para lutar e não temer desafios

Primeira temporada terá estreia mundial em 29 de março na Amazon Prime Video; confira o trailer

Eliana Silva de Souza

17 de fevereiro de 2019 | 14h08

Cena da série 'Hanna', da Amazon Prime (foto Jenny Duquette)

Cena da série ‘Hanna’, da Amazon Prime (foto Jenny Duquette)

CHEGA EM MARÇO
A primeira temporada da série Hanna estreia em 29 de março, na Amazon Prime Video. No elenco, Esmé Creed-Miles, Joel Kinnaman, Mireille Enos e Escrito, tem como diretores Sarah Adina Smith (episódios 1 e 2), Jon Jones (3 e 4), Amy Neil (5 e 6), Anders Engstrom (7 e 8). Baseada no filme de 2011 de Joe Wright, primeira temporada foi escrita por David Farr.

Criada em total isolamento em meio a florestas na Europa Oriental, Hanna (Esmé Creed-Miles), uma adolescente de 15, passou toda a sua juventude treinando para lutar contra aqueles que estão em uma verdadeira caçada por ela e seu pai Erik Heller (Joel Kinnaman), que é um mercenário. Suas habilidades de sobrevivência são finalmente testadas quando ela e Erik são separados após serem descobertos por uma agente da CIA, a desonesta Marissa Wiegler (Mireille Enos).

AGORA NO CINEMA
No cinema. Fernanda Gentil estreia como atriz no longa Ela Disse, Ele Disse, que é baseado em obra de Thalita Rebouças e tem direção de Claudia Castro. Na foto, contracena com Duda Matte.

Fernanda Gentil e Duda Matte, no filme 'Ela Disse, Ele Disse' (foto Mariana Vianna)

Fernanda Gentil e Duda Matte, no filme ‘Ela Disse, Ele Disse’ (foto Mariana Vianna)

PURA EMOÇÃO
Uma das maiores intérpretes da música brasileira, Nana Caymmi é tema do documentário Rio Sonata, que será exibido neste domingo, 17, às 21h, no canal Bis. Dirigido por Georges Gachot, longa registra a trajetória da cantora, misturando imagens de shows e entrevistas.

IRREVERÊNCIA E HUMOR
A atriz Carmem Verônica é a convidada do programa Atos, que vai ao ar neste domingo, às 20h30, na TV Brasil. Aos 85 anos, ela conversa com um grupo de estudantes de interpretação e conta histórias dos bastidores. No bate-papo, que é mediado por Antonio Gilberto, a artista, que foi uma das mais belas vedetes no anos 1950, revela que não se acha engraçada. No encerramento, é homenageada pelos alunos, que apresentam uma cena de Show do Dia 7, humorístico da antiga TV Record.

A atriz Carmem Verônica (foto Pablo Henriques)

A atriz Carmem Verônica (foto Pablo Henriques)

HORA DA PIPOCA
O longa Na Neblina, dirigido pelo cineasta ucraniano Sergei Loznitsa, será exibido neste domingo, à 0h30, no canal Arte 1. A história se passa em 1942, nas fronteiras da União Soviética sob ocupação alemã, e mostra o drama de um ferroviário, acusado de algo que não fez, mas que terá de fazer uma escolha moral.

NA REAL
O canal Lifetime Movies programou para este domingo uma série de cinebiografias. Às 20h30, tem longa contando a vida da cantora Olívia Newton-John, dirigida por Shawn Seet e com Delta Goodrem, Kate Jenkinson, Paul David-Goddard no elenco. Às 22h20, será a vez da produção original do canal, o filme Michael Jackson e Neverland, com direção de Dianne Houston, que conta a vida do rei do pop pela visão dos seguranças. Às 23h55, será o filme sobre a cantora Whitney Houston, dirigida por Angela Bassett.

O AMOR ESTÁ NO AR
Está programada para ir ao, a partir de segunda-feira, 18, às 21h, no Canal Sony, a segunda parte da 15ª temporada da série Grey’s Anatomy, que terá, inclusive, três capítulos a mais. O primeiro episódio é intitulado Blowin’ In The Wind, e traz de volta a média Grey (Ellen Pompeo), que agora chega em clima quente, com um possível triângulo amoroso rolando.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Televisão

Tendências:

  • Stan Lee: todas as 29 aparições nos filmes da Marvel
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • MIS abre novo lote para exposição imersiva de Da Vinci 
  • Mônica San Galo lamenta morte de Jesus Sangalo: 'pode-se morrer de mágoa'