Que grande atuação de Marjorie Estiano em ‘Sob Pressão’

Que grande atuação de Marjorie Estiano em ‘Sob Pressão’

Adriana Del Re

27 de junho de 2019 | 18h03

Atriz brilhou no episódio da série que foi exibido na quarta, 26, durante um plano-sequência de tirar o fôlego

 

O episódio da série Sob Pressão que foi ao ar na quarta, 26, na Globo, por si só, já mereceria todos os elogios possíveis pelo conjunto da obra: roteiro, direção, elenco, fotografia. Isso refletiu em audiência e repercussão nas redes sociais. Segundo a Globo, em São Paulo, o episódio especial duplo da série (22h23 às 23h47) foi recorde desta 3.ª temporada, com média de 24 pontos e 40% participação.

Ainda de acordo com a emissora, o número de depoimentos cresceu 435% em relação à última exibição e o nome da série foi pesquisado mais de 20 mil vezes no Google. Além disso, a tag #SobPressão ficou 6 horas nos TTs mundo e 8 horas nos TTs Brasil.

Marjorie: a dor e o desesperado de sua personagem Carolina. Foto: TV Globo

O longo plano-sequência (que registra uma ação inteira sem cortes), usado em um dos momentos talvez mais tensos de toda a série, foi de tirar o fôlego do espectador. Essa sequência tinha, como pano de fundo, a troca de tiros entre milicianos e policiais – e o hospital se tornou um cenário de guerra, com gente ferida e equipe médica, com nervos a flor da pele, tendo de socorrer os pacientes mesmo com o perigo iminente de serem atingidos.

Nesse momento, Marjorie Estiano brilhou. Que grande atriz Marjorie se tornou. E pensar que o público a viu despontar na novela Malhação, em 2004, como Natasha, do grupo Vagabanda. Mas já ali havia algo de especial naquela vilã juvenil. Talentosa, Marjorie aprimorou sua atuação ao longo desses anos, na TV e também no teatro e no cinema. E não é exagerado dizer que a atriz está em seu auge agora em Sob Pressão.

Em determinada parte do plano-sequência, do episódio de ontem, a câmera se fixou no rosto da atriz, que interpreta a dra. Carolina. O foco passou, então, a ser ela. A tensão aumentou, porque já se imaginava, mesmo que intuitivamente, que algo iria acontecer. A expressão assustada de seu rosto, quando Carolina estava no meio do fogo-cruzado, passou para a de dor profunda quando uma maca acidentalmente bateu em sua barriga. E a médica está grávida.

Carolina havia saído de uma sala para pegar plasma para salvar um paciente atingido por tiro quando aconteceu o incidente. Ela retornou à sala e, mesmo dominada por dor (e medo de algo ter acontecido com seu bebê), ela ajudou a realizar a cirurgia no rapaz.

Depois, saiu de lá e, expressando um misto de pavor e dor em seu rosto, caminhou até outra sala para usar o aparelho de ultrassom e ouvir os batimentos cardíacos do bebê. Mesmo que só em pensamento, o espectador torceu para ouvir os batimentos. Nada. E a câmera no rosto de Marjorie captou a alma de uma mãe no auge do desespero. Que grande cena. Que grande atuação.

Tudo o que sabemos sobre:

Sob PressãoMarjorie Estiano

Tendências: