Próxima novela das 7, ‘O Tempo Não Para’ traz história de família congelada no século 19 que desperta em 2018

Próxima novela das 7, ‘O Tempo Não Para’ traz história de família congelada no século 19 que desperta em 2018

Adriana Del Re

18 Maio 2018 | 13h43

A próxima novela das 7 da Globo, O Tempo Não Para, se passará em dois momentos: no século 19 (no primeiro capítulo) e, depois, no século 21 (no restante da novela). O ano é 1886. A abastada família Sabino Machado, que vive em São Paulo e é proprietária de terras para exploração de ouro e minério, além de investimentos em telefonia, embarca em um dos mais seguros navios da época, o Albatroz, rumo à Europa. Dom Sabino (Edson Celulari) viaja para conhecer o estaleiro que comprou na Inglaterra e, por tabela, manter sua filha, Marocas (Juliana Paiva), longe das fofocas após, no altar, se recusar a casar.

+++ ‘Segundo Sol’ já é alvo de críticas por ter poucos atores negros no elenco

O trajeto do navio é desviado para uma visita à Patagônia. E o Albatroz se choca com um iceberg – seria um Titanic rebatizado? A embarcação naufraga e, por causa das baixas temperaturas, a maioria dos passageiros acaba congelando, incluindo toda a família Sabino Machado, formada por Dom Sabino, Dona Agustina (Rosi Campos), Marocas e as gêmeas Nico (Raphaela Alvitos) e Kiki (Nathalia Rodrigues) e o cão fox terrier do clã, o Pirata, além dos escravos Damásia (Aline Dias), Cairu (Cris Vianna), Cesária (Olivia Araujo), Menelau (David Junior) e Cecílio (Maicon Rodrigues), o guarda-livros Teófilo (Kiko Mascarenhas), a preceptora Miss Celine (Maria Eduarda de Carvalho) e o jovem Bento (Bruno Montaleone).

Já no ano de 2018, um bloco de gelo chega à praia de Santos, no litoral paulista, com as pessoas congeladas. Devidamente resgatadas, vão despertando pouco a pouco, e terão de se adaptar aos novos tempos. Essa premissa saborosa faz lembrar um pouco o filme Eternamente Jovem, com Mel Gibson, de 1992, mas ali as motivações e as circunstâncias foram outras. Com humor e realismo, O Tempo Não Para, de Mario Teixeira e que tem direção artística de Leonardo Nogueira, deve estrear no 2.º semestre.

A família Sabino Machado e seu cãozinho Pirata: congelados após embarcação bater num iceberg. Foto: João Miguel Júnior/Globo