‘O Sexto Sentido’ estreia a sessão ‘Cinemaço’, na Globo, dedicada aos clássicos do cinema

‘O Sexto Sentido’ estreia a sessão ‘Cinemaço’, na Globo, dedicada aos clássicos do cinema

Adriana Del Re

02 de junho de 2019 | 12h00

O longa será exibido neste domingo, 2; e a pergunta que fica é: se o filme fosse lançado nos dias de hoje, quanto tempo seu final surpreendente permaneceria imune aos spoilers? 

A Globo estreia sua nova sessão de filmes, o Cinemaço, com o filme O Sexto Sentido, que vai ao ar neste domingo, 2, depois do Domingo Maior. Essa faixa aos domingos – que substitui a Sessão de Gala – será dedicada aos clássicos do cinema.

O personagem Cole Sear na cena em que ele fala a frase clássica: “Eu vejo gente morta”. Foto: Reprodução

Estrelado por Bruce Willis, O Sexto Sentido, lançado em 1999, foi o primeiro sucesso de M. Night Shyamalan, o mesmo diretor de filmes como A Vila e A Dama na Água.

Suspense dos bons, o filme conta a história do psicólogo Malcolm Crowe (Bruce Willis), especializado na atendimento a crianças e adolescentes. Crowe fica sensibilizado com as visões sobrenaturais do menino Cole Sear (Haley Joel Osment), que “vê gente morte” – a frase clássica.

Com dificuldades para se relacionar, o garoto vive apenas com a carinhosa mãe, Lynn (a ótima Toni Collette), e encontra em Crowe um apoio importante para enfrentar seus medos.

Enquanto ajuda Cole, Crowe tenta cicatrizar as próprias feridas, depois que um de seus pacientes se mata.

O Sexto Sentido é um daqueles filmes cujo final não pode ser sabido por antecedência em hipótese alguma. Caso contrário, a forma de assisti-lo muda completamente. O filme foi lançado numa época em que ainda não existiam redes sociais. Ou seja, os spoilers não se disseminavam com tanta velocidade como agora.

Assim sendo, seu final surpreendente foi preservado para muitas e muitas plateias, mesmo para aquelas que só assistiram ao longa muito tempo depois do lançamento. E se fosse nos dias de hoje, quanto tempo esse final permaneceria em segredo?

Tendências: