O divertido ‘Guardiões da Galáxia 2’ vai dominar a tela da Globo nesta segunda

O divertido ‘Guardiões da Galáxia 2’ vai dominar a tela da Globo nesta segunda

A Tela Quente vai incendiar com o segundo volume da série, feito, em 2017, pelo mesmo James Gunn que dirigiu o 1

Estadão

01 de junho de 2020 | 11h13

Luiz Carlos Merten

Dostoievski, Tolstoi, Kafka? Qualquer entendido da grande cultura sabe a diferença entre literatura e cinema e compreende, senão aceita totalmente, as liberdades na adaptação dos clássicos. Mais difícil é convencer os arautos da cultura pop. Batman e Superman tendem a ser intocáveis. Por melhores que sejam Batman – O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan, e o Superman de Zach Snyder, os fãs chiam com as “infidelidades”.

'Guardiões das Galáxias 2', de James Gunn (foto Marvel)

‘Guardiões das Galáxias 2’, de James Gunn (foto Marvel)

Os Guardiões da Galáxia também fazem parte dessa idolatria, mas são os raros comics que não suscitam tanta polêmica, e por um motivo simples. Os personagens já são uma bagunça, a escória da galáxia. Fala sério – um aventureiro interestelar narcisista, uma órfã alienígena, uma árvore humanóide, um guaxinim falante e um mutante que não se sabe de onde veio. Só doido para levá-los a sério.

Nesta segunda, 1.º, a Tela Quente da Globo vai incendiar com o segundo volume da série, feito, em 2017, pelo mesmo James Gunn que dirigiu o 1. O filme passa às 22h19, após Fina Estampa. O mérito de Gunn é a sua liberdade narrativa, o humor – e a trilha, que tem até Father and Son, de Cat Stevens, hoje, Yusuf Islam. Apesar de o tema aqui ser grave – as descobertas de Quilt/Chris Pratt sobre seu pai –, a alegria domina. Grande diversão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: