José Roberto Burnier vai comandar novo telejornal da GloboNews

José Roberto Burnier vai comandar novo telejornal da GloboNews

Eliana Souza

25 Junho 2018 | 11h20

Foi lá nos anos 1980 que começamos a nos habituar com o jovem repórter José Roberto Burnier surgindo na tela da Globo. De lá para cá, muitas histórias foram contadas pelo jornalista, que a partir do dia 16 de julho passa a ocupar a bancada da GloboNews para ancorar o GloboNews Em Ponto. Novo telejornal irá ao ar de segunda a sexta, das 6h às 9h da manhã. Direto da Rússia, Burnier respondeu algumas perguntas da Coluna, por e-mail. Confira.

O jornalista José Roberto Burnier (foto: Ramon Vasconcelos/ Globo)

O jornalista José Roberto Burnier (foto: Ramon Vasconcelos/ Globo)

O que podemos esperar desse novo telejornal?
A proposta é fazer um jornal descontraído, com muita notícia ao vivo, análise e comentários de um elenco de convidados. A notícia terá prioridade total, mas queremos transmitir isso da forma mais espontânea possível, com repórteres ao vivo de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

Terá reportagens especiais, como será o formato?
Haverá reportagens especiais sobre os temas da atualidade. Teremos três blocos principais: o primeiro com as notícia da hora, o segundo com análises, e o terceiro, com comentários. Queremos oferecer aos assinantes todos os pontos de vista de um fato, para que ele tire suas próprias conclusões. Preparar os brasileiros para começar o dia: saber de tudo o que lhe espera: nas ruas, no trânsito, na política, na economia, no dia a dia, no que de importante já aconteceu.

Estava em seus planos ficar atrás da bancada?
Já fui apresentador e editor-chefe do Bom Dia São Paulo, de 1994 a 1996. Minha história na Globo sempre foi mais como repórter e não vou deixar de ser. Deixo as coisas acontecerem naturalmente na minha vida profissional. O Ali Kamel me propôs esse desafio e eu topei. Sei da responsabilidade. Estou pronto.

O que vai mudar em sua vida, será um jornal longo, com horário bem cedo, o que provavelmente te obrigará a madrugar mesmo, não?
Acordar cedo não é um problema. Se você for a uma estação de metrô às quatro da manhã em São Paulo, vai ver a quantidade de gente que acorda cedo para trabalhar. Serei apenas mais um. Vou mudar meus horários, mas nada que eu já não tenha feito. As coisas estão acontecendo logo cedo e queremos que nossos assinantes saiam de casa muito bem informados.

**

Estreia nesta segunda, 25, às 22h, no HBO, o documentário Arthur Miller: Escritor. Dirigido pela filha do escritor, Rebecca Miller, a produção original do canal apresenta um retrato íntimo e pessoal do autor e dramaturgo americano, criador de obras como A Morte do Caixeiro Viajante. Além de conversas de Rebecca com o pai, tem ainda relatos de pessoas que o conheciam bem.

 

Mais conteúdo sobre:

José Roberto BurnierGlobonews