Em série, Janet Jackson revela fatos de sua vida e aborda relação com o irmão Michael Jackson

Em série, Janet Jackson revela fatos de sua vida e aborda relação com o irmão Michael Jackson

Irmã mais nova do Rei do Pop conta sua história em produção que estreia no canal Lifetime

Eliana Silva de Souza

23 de junho de 2022 | 17h20

Janet Jackson é a irmã mais nova do Rei do Pop, Michael Jackson, e, como ele, seguiu o caminho da música e atingiu o sucesso internacional. Ela está com 56 anos de idade, mas já soma 40 de trajetória artística, que é repleta de altos e baixos, fatos que a própria cantora faz questão de contar na nova série documental que será exibida nesta quinta, 23, e sexta, 24, no canal Lifetime. A cada dia, dois episódios na sequência, a partir de 21h10. Produção também estará no History Play.

A cantora Janet Jackson (foto Dylan Martinez/ Reuters)

A cantora Janet Jackson (foto Dylan Martinez/ Reuters)

“Esta é a minha história contada por mim. Não através dos olhos de outra pessoa”, diz Janet em momento da série, que conta com quatro episódios, captadas no período de três anos. Em meio aos depoimentos da estrela, imagens de arquivo são exibidas, além de vídeos caseiros, somados a entrevistas de artistas e pessoas próximas a ela, como Missy Elliott, Mariah Carey e Paula Abdul.

A estrela

Nascida em 16 de maio de 1966, Janet Damita Jo Jackson cravou seu nome no mundo da música dos quatro cantos do planeta, reconhecida em vários momentos da carreira com prêmios como o Grammy. Transformou-se em uma das artistas mais bem pagas e seus trabalhos atingiram altos postos nas paradas musicais.

No decorrer da série, Janet relembra passagens da sua infância e como todos os irmãos sentiram a forma abusiva como seu pai comandava a vida dos filhos. Depois, veio a mudança de uma pequena cidade do interior de Indiana para Los Angeles, onde ocorrem episódios de racismo, que ela relembra também. Janet fala de seu caminho para o estrelato e revela como conseguiu se desvencilhar da família, isso ainda jovem, aos 20 anos, e por que casou com James DeBarge.

 

 

Outro ponto desafiador para ela é recordar como lidou com a sombra do irmão consagrado como Rei do Pop, Michael Jackson, e ainda conta como foi o último contato com ele, em uma festa surpresa para os pais. “Toda a minha família estava lá e ele estava sentado ao meu lado. Ele estava rindo como um louco e tinha aquela risada profunda. E eu me lembro dele olhando para mim. E a última coisa que dissemos um ao outro foi ‘eu te amo’. E essa foi a última vez que eu o vi. Mas pelo menos eu tenho isso… Eu sinto falta dele”, relata a cantora no vídeo.

E Janet não foge de temas negativos em sua trajetória, como foi o caso do cancelamento que sofreu após a apresentação com Justin Timberlake, em 2004. Foi durante o show no intervalo do Super Bowl, quando o cantor em um movimento na dança acaba por deixar o seio dela à mostra, o que afetou sua carreira. “Claro que foi um acidente que não deveria ter acontecido, mas todo mundo está procurando alguém para culpar e isso tem que parar. Justin e eu somos muito bons amigos e sempre seremos muito bons amigos. Conversamos há poucos dias e ele e eu seguimos em frente. E é hora de todos os outros fazerem o mesmo”, declarou sobre o fatídico episódio.

Confira a programação dos episódios divulgada pela emissora:

Quinta (23)

21h10 – Irmã mais nova

Neste episódio, Janet Jackson conta como a sua vida mudou da noite para o dia com o sucesso de seus irmãos, os Jackson Five. Também detalha como seu pai a obrigou a ser artista aos sete anos, como decidiu fugir de casa aos 18 anos com o cantor James Debarge e como conseguiu recuperar o controle da sua própria vida.

22h – Control

Aos 20 anos, Janet Jackson demitiu seu pai e construiu sua própria trajetória musical com o lançamento do seu álbum número um, Control. Mas a sombra do sucesso de seu irmão iria persegui-la por toda a vida. Primeiro, devido às comparações. Depois, por ser considerada culpada por associação aos escândalos provocados por Michael.

Sexta (24)

21h10 – É assim que o amor funciona

Nos anos 1990 foram incríveis para Janet: ela assinou contratos multimilionários, estrelou vários filmes, recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood e se tornou um ícone sexual. Porém, os escândalos de Michael trouxeram mais problemas do que soluções. Ela encontrou equilíbrio em sua carreia e vida amorosa ao se casar com o dançarino e colaborador Rene Elizondo, de quem se divorciou nove anos depois.

22h – Diamante negro

Janet fala sobre as controvérsias que o incidente de seu figurino no Super Bowl de 2004 gerou. Ela se concentra em sua carreira e vida amorosa, namorando o produtor rapper Jermaine Dupri; e tempos depois se une ao cineasta Tyler Perry. Janet também conta como lidou com as mortes de Michael e de seu pai, como foi se tornar mãe aos 50 anos.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.