Documentário mostra trajetória de Gabriel García Márquez

Documentário mostra trajetória de Gabriel García Márquez

Eliana Souza

27 Junho 2018 | 09h12

O mundo do streaming não é feito somente de séries, que maravilha. Nesse mundo recheado de produções dos mais variados segmentos e gostos, podemos encontrar de tudo. E está lá na Netflix, à disposição de seus assinantes, um documentário que vale muito conferir. É o caso de Gabo: A Criação de Gabriel García Márquez, documentário dirigido pelo inglês Justin Webster.

García Márquez ganhou o Nobel de Literatura em 1982 (foto: Stringer/ Reuters)

García Márquez ganhou o Nobel de Literatura em 1982 (foto: Stringer/ Reuters)

Nele, vamos entrar no mundo do escritor colombiano Gabriel García Márquez. Nascido em 1927, na pequena Aracataca, era o mais velho de 11 irmãos de uma família humilde. E, pelas dificuldades passadas naquele momento, os pais se mudaram para Barranquilla, mas tiveram que deixar o filho ainda pequeno com os avós. E é através das histórias contadas por eles que García Márquez buscou inspiração para o clássico Cem Anos de Solidão. Do avô, ouviu os relatos sobre guerra, que era veterano da Guerra dos Mil Dias e, da avó, vieram as histórias místicas.

No decorrer do filme, vemos relatos de amigos, conhecidos e mesmo imagens do próprio García Márquez, que ajudam a refazer a trajetória do escritor, mostrando como foi difícil conseguir emplacar seu primeiro livro, que teve como opção ser jornalista, nunca perdendo a vontade de relatar fatos.
Mostra, ainda, as dificuldades que ele passou quando estava em Paris, que não tinha dinheiro para nada, e teve de contar com a ajuda de seus leais amigos. E decide voltar para a América Latina para trabalhar. E, em questão de três meses, ele se casa com Mercedes, em Barranquilla. E é nessa fase que ele tomará contato com os revolucionários cubanos, ganhando a amizade de Fidel Castro, o que será severamente questionado.

Claro que um documentário só, por melhor que seja, como é esse, não consegue retratar o escritor por completo, mas mostra o suficiente para desvendarmos o Nobel de Literatura e seu realismo fantástico.

**

Cidades Invisíveis é o nome da série que terá a assinatura do brasileiro Carlos Saldanha, produção original da Netflix. Reconhecido mundialmente por animações como A Era do Gelo, Rio e O Touro Ferdinando, diretor volta a gravar no Brasil para contar história na qual há um submundo habitado por criaturas míticas. A série terá oito episódios e mostrará um detetive envolvido na investigação de um assassinato, entrando em uma batalha entre dois mundos.

Mais conteúdo sobre:

Gabriel García MárquezGaboNetflix