Após 35 anos no ar, ‘Vídeo Show’ chega ao fim na Globo

Após 35 anos no ar, ‘Vídeo Show’ chega ao fim na Globo

Adriana Del Re

08 de janeiro de 2019 | 16h12

Após várias tentativas de melhorar a audiência do Vídeo Show – inclusive com mudanças constantes de apresentadores após a saída da boa dupla Otaviano Costa e Monica Iozzi –, o programa chegará ao fim na sexta-feira, 11. A atração está há mais de 35 anos no ar, mostrando os bastidores das produções da Globo.

Os atuais apresentadores Joaquim Lopes e Sophia Abrahão. Foto: TV Globo

A informação foi dada sem alarde pela emissora, no material distribuído para imprensa com a programação de janeiro.

Com o fim do Vídeo Show, a partir da próxima segunda, 14, a Sessão da Tarde passa a ir ao ar mais cedo, às 14h. No dia 21, após a Sessão da Tarde, estreia o especial Álbum da Grande Família, com os melhores momentos das 14 temporadas do seriado.

Atualmente, o programa é apresentado por Sophia Abrahão e Joaquim Lopes. O ator voltou à atração numa última tentativa da casa de salvar a audiência. No final de dezembro, a ex-BBB Ana Clara Lima, que participava do programa lendo comentários dos internautas, se despediu da atração e voltará ao reality show como membro da equipe de reportagem. Além dela, outras duas ex-BBBs, Vivian Amorim e Fernanda Keulla, chegaram a ser apresentadoras do Vídeo Show, ao lado de Sophia Abrahão, mas deixaram o programa antes de Ana Clara.

Em agosto, pouco depois da entrada do trio que se destacou no BBB, a atração ganhou mais reforços: os humoristas Carioca e Maurício Meirelles e o produtor de moda Matheus Mazzafera. Mesmo com as reformulações, não melhorou seus números no ibope, chegando a perder para Record e SBT.

O Vídeo Show estreou em 1983, abastecido, a princípio, só com imagens dos arquivos da Globo, trechos de shows e filmes. A atriz Tássia Camargo foi a primeira de uma longa lista de apresentadores que passaram pelo programa, como Marcelo Tas, Cissa Guimarães, Zeca Camargo, entre tantos outros. O mais longevo foi Miguel Falabella, que apresentou o Vídeo Show entre 1987 e 2000 – e, há alguns anos, ele voltou com suas mensagens no final de cada programa. “Não fiquei triste. É normal que tudo tenha um fim”, diz Falabella, ao Estado.

Mais recentemente, a divertida dobradinha feita por Monica Iozzi e Otaviano Costa funcionou tão bem que o programa parece não ter mais acertado o tom depois da saída dos dois – nem agradado mais ao público. / COLABOROU UBIRATAN BRASIL