Análise: Com jeito de ter sido pensado às pressas, último ‘Vídeo Show’ não recebe tratamento especial

Análise: Com jeito de ter sido pensado às pressas, último ‘Vídeo Show’ não recebe tratamento especial

Adriana Del Re

11 Janeiro 2019 | 17h35

Foi melancólico o último Vídeo Show, que foi ao ar na tarde desta sexta, 11, na Globo. E não só pelo fato de o programa ter chegado ao fim. A impressão que se teve é que não foi planejado um programa especial, mais elaborado, para fechar seus mais de 35 anos de história na TV. Esperava-se, no mínimo, que os ex-apresentadores e os ex-repórteres do Vídeo Show voltassem para essa despedida, o que certamente tornaria o final mais emocionante.

Os apresentadores Joaquim Lopes e Sophia Abrahão no ‘Vídeo Show’ de despedida. Foto: Reprodução/TV Globo

O que se viu foram algumas retrospectivas em meio a reportagens que, decerto, tinham sido produzidas para o programa e precisavam ir ao ar. Foram exibidos também mensagens de adeus de alguns telespectadores famosos do programa. Nada muito além disso. Pareceu um último programa feito às pressas.

A equipe, que merecia ir para a frente das câmeras nesse último programa, apareceu reunida numa foto que foi exibida no ar. Só mais para o final, os apresentadores Sophia Abrahão e Joaquim Lopes se emocionaram depois de assistir a um clipe com os melhores momentos do programa, ao som da melosa Trem Bala.

Nem Miguel Falabella, em sua aparição habitual no programa, fez uma mensagem especial de despedida. Nas redes sociais, após o anúncio do fim do programa, na terça-feira, 8, houve quem comemorasse a decisão da Globo, mas houve também quem lamentasse. Assim, nesse último Vídeo Show, faltou mais consideração a esse público que gostava do programa – e também à equipe que fez parte dele até o fim.