Vila Maria vai falar do Teatro Amazonas

Estadão

20 Julho 2010 | 20h15

Prezados amigos,
Ando ausente por conta de outros compromissos profissionais aqui no Jornal da Tarde. Por isso, peço desculpas aos internautas, que estão sempre interessados em receber noticiais das escolas de samba do carnaval de São Paulo. Alô Cimino, Peixotão, Alemão da Barra, entre outros bambas, minhas sinceras considerações.

No texto de hoje abro espaço para falar de uma das agremiações mais importantes de São Paulo: a Unidos da Vila Maria, que nos últimos anos sempre chegou na avenida com uma das principais candidatas ao título do carnaval paulistano. Mas sempre fica no quase, embora tenha feito grande apresentações.

Em 2011, essa tradicional escola da zona norte irá levar para o Anhembi a história do Teatro Amazonas, importante palco de concertos e operas em nosso País. Acredito que a história do grandioso teatro de Manaus servirá apenas como pano de fundo para a escola narrar os encantos e belezas dessa que é considerada uma das regiões mais lindas do mundo.

Como aquecimento, neste sábado, dia 24, a escola recebe as baterias das cariocas Imperatriz Leopoldinense e Porto da Pedra, além da paulistana Camisa Verde e Branco, para sua 5ª Grande Festa da Bateria. Além das apresentações das escolas convidadas, o evento vai contar com show da bateria anfitriã e dos grupos de samba Tive Razão e Naninha & Nova Morada. O evento será na quadra da escola, que fica localizada na rua Cabo João Monteiro da Rocha, 448, e começará a partir das 21 horas.

Por falar em Unidos da Vila Maria, os cursos de capacitação profissional para a indústria do carnaval, realizado pelo Ministério do Trabalho em conjunto com a agremiação, formaram no último mês os seus primeiros profissionais. São dezenas de novos decoradores e instrumentistas (em percussão e cavaco) no mercado de trabalho. Todos capacitados com cursos com mais de 200 horas. Parabéns pela iniciativa e que o exemplo seja seguido pelas demais escolas.