São Luís já olha para frente

Estadão

11 de janeiro de 2010 | 13h44

Como já era de se esperar, a reconstrução de São Luís do Paratinga está começando por sua gente. Mesmo abalados com toda destruição do centro histórico da festeira cidade, a população de  São Luís já está olhando para frente.

Na noite do último sábado, um grupo de amigos se reuniu em frente ao restaurante do músico Pedrinho Moradei e resolveu promover uma roda de viola para espantar a tristeza. 

Pedrinho também foi uma das vítimas da cheia do Rio Paraitinga e teve seu restaurante muito danificado.  

O fotógrafo Luciano Coca, grande amigo e quem me apresentou São Luís há quase uma década, registrou o encontro dos artistas, que foi tomado pela emoção.  

Para espantar a tristeza, artistas tocam em frente ao restaurante do Pedrinho - Foto: Luciano Coca/AE

Para espantar a tristeza, artistas tocam em frente ao restaurante do Pedrinho - Foto: Luciano Coca/AE

Em entrevista  ao JT na edição do último domingo, a prefeita Ana Lúcia já fixou uma data para reconstruir a cidade. Ela acredita que em três anos, São Luís vai voltar a ser a verdadeira São Luís. Ela aguarda liberação de verbas do Estado e da União para começar as obras.   

O marco desta retomada será em grande estilo. O primeiro prédio a ser erguido deve ser a Igreja da Matriz, que veio abaixo com a cheia dos dois primeiros dias de 2010. Conhecida por seu Carnaval de Marcinhas, por sua Festa do Divino, por sua boa cachaça e principalmente por sua gente hospitaleira, São Luís quer voltar a ser São Luís o quanto antes.

Link da reportagem publicada no Jornal da Tarde: http://www.jt.com.br/editorias/2010/01/10/index.xml?editoria=ger

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.