Uma reflexão sobre a "Vogue"
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma reflexão sobre a "Vogue"

Ricardo Lombardi

01 de julho de 2008 | 06h25

No Washington Post, achei uma interessante reflexão sobre a Vogue (e os valores que ela dissemina), assinada pela jornalista Robin Ghivan, que trabalhou na publicação durante o ano 2000. A proposta do texto foi jogar luz sobre o tipo de jornalismo de moda que aparece nas páginas da revista, pegando como gancho o aniversário de 20 anos da gestão de Anna Wintour, anunciada como editora em 29 de junho de 1988. Vale a pena ler. Um trecho, no original: “Vogue is not politically correct. The magazine loves fur, after all. And it celebrates a slender physique. Sure, in its annual shape issue it applauds curves. Vogue has championed fashion industry initiatives to combat eating disorders among models. But Vogue will never endorse fat; it won’t even pretend to. Heck, it just ran a story about how it paid for nutritionists and trainers to help two promising young designers lose weight . . . for their health.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: