As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma massagista milionária

Ricardo Lombardi

13 de novembro de 2007 | 07h14

Uma daquelas histórias que todo mundo gosta de ler: uma mulher é contratada para trabalhar no Google como massagista, em regime de meio período. Parte do pagamento ela recebe em ações da empresa. Isso foi em 1999. Anos depois, com a valorização da empresa, ela ficou milionária. Leia aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.