Um vapor no rio São Francisco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um vapor no rio São Francisco

Ricardo Lombardi

07 de agosto de 2008 | 07h17

Na National Geographic, uma ótima matéria de Daniel Nunes Gonçalves sobre o vapor Benjamin Guimarães, que “volta a navegar pelo rio São Francisco, jogando um sopro de vida – e de nostalgia – sobre uma histórica cidade ribeirinha.” Um trecho: “Andava sumido o Benjamin. Alguns achavam que tinha morrido, pela idade avançada – nascera em 1913 e passara toda a vida trabalhando duro nos sertões de Minas Gerais e Bahia. Outros sabiam: o velho agonizava em Pirapora, rio abaixo, praticamente esquecido há mais de uma década. Quando todos achavam que era um caso perdido, eis que ele se reergueu, renovado e vigoroso. Em outubro de 2007, o Benjamin Guimarães, um dos últimos barcos a vapor em atividade no planeta, voltou a navegar pelas águas do rio São Francisco, a mítica artéria que atravessa cinco estados brasileiros ao longo de 2,7 mil quilômetros. Ele ainda roda devagarinho, a não mais que 17 quilômetros por hora, como fez por 70 anos. Mas continua levando alegria – e uma certa nostalgia – à pobre gente ribeirinha que agora o vê voltar a desfilar.” Deve ser mesmo uma viagem bacana.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: