"Seria o político um fingidor?"
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

"Seria o político um fingidor?"

Ricardo Lombardi

25 de agosto de 2008 | 06h31

Do Estadão de ontem, para quem não leu: a entrevista que Gilson Schwartz, economista, cientista social e professor da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, deu ao jornalista Fred Melo Paiva. O destaque do editor ficou assim: “O desfile de candidatos na TV confirma: política é arte da representação. Sobram promessas improváveis, tipos bizarros, discursos vazios. Seria o político um fingidor? Para o economista e cientista social Gilson Schwartz, cabem outras perguntas: o candidato que aparece no vídeo é o responsável por sua própria falsificação? Ou ele é a falsificação de um processo que não quer aparecer? ‘Boa parte da comunicação política dirige-se, sim, ao Hommer Simpson brasileiro, esse cidadão médio. Mas o nosso Hommer perde do original.’ (…)”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: